PUBLICIDADE



-

Esportes, Notícias Visto 1.792 vezes

Vídeo de masturbação coletiva em vestiário de um time no RS viraliza na internet, quatro jogadores foram dispensado por indisciplina, confira

O Sport Clube Gaúcho, de Passo Fundo, virou assunto nos últimos dias. Um vídeo em que três atletas da equipe, que disputa a terceira divisão do campeonato estadual, aparecem se masturbando no vestiário circulou pelas redes sociais e gerou repercussão. As imagens teriam sido gravadas na última sexta-feira, 30.

No sábado, os três atletas que aparecem no vídeo se reuniram com os dirigentes do clube e encerraram o vínculo, assim como um quarto jogador, que fez a gravação.”Quando apertei o play, já deletei, achei nojento”, afirmou o presidente da equipe, Gilmar Rosso, em entrevista ao UOL. Ele disse que a equipe não tem preconceitos, mas comentou que ficou “bravo” com o fato de terem sido realizadas fotos e filmagens sem autorização.

Nas imagens, os jogadores parecem saber que estão sendo gravados. O dirigente confirmou que a filmagem aconteceu no vestiário do clube. Ainda segundo ele, a permanência dos atletas seria inviável. “Imagina quando eles entrassem em campo, o que eles iam ouvir”, comentou, afirmando que, pelo que sabe, os atletas não são gays. Ele não revelou se os atletas foram demitidos ou se pediram para sair do clube.

Confusão de clubes

Até o Juventude, de Caxias do Sul, acabou envolvido no caso. Com o vazamento das imagens, muitos internautas afirmaram que o vídeo foi gravado nas dependências do clube da Serra. A confusão se deu por conta da semelhança dos escudos das duas equipes.

O presidente do Juventude, que é líder da Série B, Roberto Tonieto, afirmou que a confusão foi uma maneira de tentar desestabilizar o time. “É um prejuízo para quem não está atento, para quem não conhece os atletas. Nada contra, homofobia nem pensar nisso, mas denigre a imagem do clube”, afirmou ao UOL.

Fonte Portal Gaz


Veja também:

ASSINE SPEEDRS


PUBLICIDADES

PUBLICIDADES