PUBLICIDADE



-

Esportes, Notícias Visto 117 vezes

Bicho milionário, palestra e retiro em resort: Direção do Inter investe pesado contra o rebaixamento

Direção do Inter oferece 7 milhões aos jogadores para não cair pra segundona, premio é maior  que o do Grêmio se for campeão da copa do Brasi

Se houve erros de planejamento, como negociações equivocadas e as constantes trocas de técnico, não se pode dizer que a direção não mede esforços para evitar o rebaixamento. A cúpula busca todas as maneiras para melhorar o ambiente e dar todo o suporte para que o grupo do Inter renda em campo e alcance os resultados necessários sem economizar gastos. Tranquilidade longe do Beira-Rio, palestras motivacionais, voos fretados e um bicho extra de “campeão” entraram no roteiro.

Os próximos dois dias serão de concentração total. Para fugir de uma possível turbulência no Centro de Treinamentos do Parque Gigante-Beira-Rio, o Colorado se mudará para um retiro. Em um resort localizado em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, o grupo realizará duas sessões de treinamentos com portões fechados e dormirá no local. O objetivo é buscar paz, aglutinar ainda mais o grupo e ter rigidez em horários.

A medida não foi a única para mobilizar o vestiário. Conforme apurado pelo GloboEsporte.com, o clube prometeu um valor de R$ 7 milhões a Lisca e os atletas caso o time fique até o 16º lugar na competição ao término da 38ª rodada. Em uma comparação com a Copa do Brasil, por exemplo, o valor supera, inclusive, o que o grupo de Marcelo Oliveira ou Renato Portaluppi levará caso fiquem com o título nacional. A CBF premiará o campeão da competição em mata-mata com R$ 6 milhões.

E, tal quantia ganha até de times que estarão na Libertadores na próxima temporada pelo mesmo Brasileirão ao qual o Colorado tenta seguir em 2017. O quarto colocado ganhará R$ 5,3 milhões, enquanto o terceiro, com vaga direta à fase de grupos do torneio continental, uma bolada semelhante à dos gaúchos: R$ 7,3 milhões.

O montante do Inter será distribuído de tal forma. Lisca receberá R$ 300 mil pelos três jogos que comandará. A manutenção na elite o dará o bônus de R$ 700 mil. Já os jogadores receberão R$ 6 milhões por evitar o primeiro rebaixamento da história do clube.

Lisca comanda treino do Inter  (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)Lisca tenta ajustar time para últimas rodadas (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

Para auxiliar na motivação, os atletas também participam de dinâmicas de grupo. Tudo para que a motivação permaneça entre todos enquanto houver chances matemáticas e não falte dedicação ao longo dos 90 minutos. Além disso, virou rotina o clube fretar voos para os compromissos fora de Porto Alegre para reduzir desgastes com viagens.

Resta saber se tais medidas evitarão o maior fracasso da história do clube. Neste domingo, o time tem mais um desafio nesta caminhada. A partir das 17h, recebe o Cruzeiro no Beira-Rio. Atualmente, os comandados de Lisca estão em 17º com 39, enquanto o Vitória, 16º, soma 42.


Veja também:

ASSINE SPEEDRS


PUBLICIDADES

PUBLICIDADES