PUBLICIDADE


Notícias, Polícia Visto 565 vezes

Bebê morreu depois de ficar cinco horas esquecido dentro de carro, diz polícia, saiba mais

Pai foi trabalhar e esqueceu criança de cinco meses dentro do veículo.

O bebê de cinco meses que morreu na quarta-feira (23) após ser esquecido dentro do carro da família pelo pai quando foi trabalhar, ficou cerca de cinco horas dentro do veículo, segundo a polícia. O bebê foi encontrado no banco de trás do carro, deitado na cadeirinha na cidade de Araçatuba (SP).

O pai foi levado até a Polícia Civil para ser ouvido e foi liberado. Ele não quis falar com a imprensa. De acordo com o delegado Marcelo Cury, o caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O pai, de 25 anos, contou ao delegado que, como faz todos os dias, saiu de casa com os dois filhos, um de 5 anos e o bebê, de cinco meses. A polícia disse que o pai deixou o mais velho na creche e se esqueceu de levar o mais novo na casa da sogra. Ele foi direto para o trabalho, estacionou o carro em uma rua, onde quase não existe sombra, e foi trabalhar.

Cerca de cinco horas depois ele voltou e encontrou o filho desacordado. O próprio pai levou o bebê para o pronto-socorro do bairro Santana, informou a polícia. O bebê chegou ao hospital com vida, mas não resistiu. “Chegamos ao local, fizemos contato com equipe médica, tentaram processo de ressuscitação, mas sem êxito. Não foi constatada agressão, lesão, então foi uma fatalidade”, afirma o cabo Fabiano Sonego Bodo.

Segundo o delegado, o caso é bem delicado. “Tem uma norma que diz que o próprio fato já pune o autor, então o juiz deixa de aplicar a pena. A maior pena dele já é a perda do filho. Uma ocorrência que eu não queria atender nunca na minha vida. Tenho 27 anos de carreira, tenho filhos, me coloco no lugar desse pai e dá vontade de chorar”, afirma o delegado Marcelo Cury.

Fonte: G1


Veja também:

ASSINE SPEEDRS


PUBLICIDADES